19/05/20 00:59

Talentos Fenae/Apcef: habilidade com Artes Visuais pode ser revelada em qualquer idade

Nas mãos da pequena Letícia Valério, de 10 anos, e da Alice Zornitta, de 59 anos, a criatividade aparece em cores e contornos cheios de técnica e significado. As obras que elas produziram foram destaque na categoria Artes Visuais na etapa estadual do Talentos Fenae/Apcef no ano passado.

Letícia foi campeã da seletiva do concurso em Mato Grosso do Sul na categoria Artes Visuais/Desenho Infantil com a obra “Mundus est laris nostro (O mundo é o nosso Lar)” e também ficou com o 2º lugar com a obra “Crepúsculo”. Ela é filha de Márcio Reis da Rocha Valério, empregado da Caixa desde 2008 e associado da Apcef/MS.

leticia-interna

Todo ano o pai participa com ela do Talentos Fenae/Apcef e já esteve várias vezes na etapa nacional representando nosso Estado, ficando em 1º lugar em 2016. “A final é a parte que ela mais gosta, as atividades são muito boas, ela troca experiência com outras crianças, e se diverte muito”.

Desde que aprendeu a segurar o lápis ou pincel, Letícia costuma colocar no papel os desenhos que assiste e o concurso é um estímulo a mais para explorar seu talento. “A gente vive em um mundo muito capitalista, que cobra estudo e coisas lógicas. Então, a iniciativa da Fenae em permitir essa inserção em um mundo mais lúdico das artes é extremamente salutar para nós, enquanto empregados, e para as crianças principalmente”.

Para este ano, Márcio já fez a inscrição da obra “Escola de Talentos” e aguarda a filha concluir outro desenho com muita expectativa. Ele ainda recomenda que mais empregados da Caixa participem do concurso. “É uma oportunidade de passar um tempo junto com nossos filhos, e de incentivá-los a entrar nesse mundo das artes. Participando desse tipo de evento, a gente esquece um pouco dessa nossa rotina estressante de trabalho. Vale muito a pena”, ressalta o associado da Apcef/MS.

Cores da sabedoria

Foi na preparação para a aposentadoria que Alice Zornitta resolveu explorar as possibilidades das cores e técnicas. Empregada da Caixa aposentada e associada da Apcef/MS, ela participa todos os anos do Talentos Fenae.

“Adoro pintar, estou sempre me desenvolvendo, me especializando, estudando. A participação no concurso é um incentivo para continuar melhorando, é um auto estímulo, porque a gente vai se superando a cada ano”, avalia.

Alice Zornitta ficou em 1º lugar na categoria Artes Visuais/Desenho e Pintura na etapa estadual do ano passado com a obra “Jovem 40”, e já representou Mato Grosso do Sul outras vezes na final.

alice-interna

Para Alice, a arte é uma terapia e também a oportunidade de experimentar uma nova profissão. Ela já fez cursos, estudou História da Arte e teve obras vendidas para fora do país, como França, Itália e Estados Unidos. E lembra que todos podem se arriscar a colorir uma tela.

“Toda obra é bela, toda obra vale a pena. E quando a pessoa põe o carinho, põe a emoção e a sua energia, a tela se transforma. Não tem que ter vergonha, nem medo. Tem que participar, tem que mostrar a cara e quem sabe revelar esse e outros talentos”, incentiva.

Talentos Fenae/Apcef 2020

Até o dia 18 de maio, 15 obras de Mato Grosso do Sul já foram inscritas na edição 2020 do Talentos Fenae/Apcef, que traz o slogan “Quem acredita na arte, vem”. O prazo termina no dia 31 de maio. A inscrição é feita pelo próprio site do Talentos Fenae/Apcef: www.fenae.org.br/talentos.

São quatro categorias e oito modalidades: Foto e filme, Artes Visuais (Desenho/Pintura e Desenho infantil), Literatura (Contos/Crônicas e Poesia) e Música (Composição e Interpretação). Cada participante pode inscrever até duas obras por modalidade.

Qualquer empregado Caixa (ativo ou aposentado) que possua cadastro no Mundo Caixa pode inscrever obras próprias no concurso. Porém, apenas os empregados Caixa associados às Apcefs podem concorrer aos prêmios.

Por: Adriana Queiroz/Assessoria de Comunicação da Apcef/MS

Compartilhe